Estaleiro holandês Heesen lança seu segundo superiate híbrido

0
503

O estaleiro holandês Heesen lançou seu segundo superiate híbrido na classe 5000 FDHF de alumínio: o Electra, de 49,8 metros. Desde que foi para a água na semana passada, o modelo está sendo preparado para testes intensivos no Mar do Norte antes de ser entregue, em abril.

Frank Laupman, da Omega Architects, projetou o exterior do novo iate, combinando o casco com um eficiente motor de propulsão diesel-elétrico. Características de Electra incluem uso extensivo de vidro, terraço ao ar livre, jacuzzi, lounges, espaços para refeições ao ar livre e plataforma de natação fixa.

LEIA TAMBÉM

O layout interno foi planejado para acomodar até 12 pessoas em seis camarotes, todos com banheiros privativos. No convés principal, a suíte principal inclui um escritório, penteadeira e banheiro separado. Os demais hóspedes podem ficar no convés inferior, em um camarote VIP, dois duplos e duas suítes duplas, todos com acesso direto a uma academia totalmente equipada. Cristiano Gattofoi assinou o design de interiores, que conta com contemporâneo, com uma grande escadaria, móveis personalizados e piso de carvalho escuro que contrastam com painéis e armários de cores claras.

A solução híbrida da Heesen opera em quatro modos de cruzeiro diferentes, permitindo que o modelo de alumínio navegue em modo silencioso até certa velocidade.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!
Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.

Schaefer770