Conheça o Boatwagen, um Fusca 1968 com motor de popa e que navega

0
911

Carro com o logotipo da Volkswagen navegando não chega a ser exatamente uma novidade. Aqui mesmo você já viu o anfíbio Schwimmwagen, versão militar do Fusca criada na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial para servir ao exército de Hitler. Agora, um Fusca mesmo, o carrinho com motor refrigerado ar que dominou o mercado brasileiro, nunca havia sido visto cruzando as águas como um barco.

A façanha, patrocinada por uma lanchonete americana (a Hooters), no estado da Flórida, como estratégia de marketing, leva a assinatura de Stew Dahlberg, veterano da Marinha dos EUA, falecido em 2009, que teve duas paixões: os carros da Volkswagem e os barcos, não necessariamente nessa ordem. Daí, em 1988, teve ideia de juntar uma coisa à outra. O Boatwagen — o “Water Bug”, como Dahlberg batizou seu carro navegador — é um Fusca 1968 com um motor de popa Mariner de 50 hp, flapes nas rodas traseiras e, debaixo do chassi, três cascos.

A própria natureza da construção do Fusca — seu chassi de plataforma, corpo hermético e excelente vedação — facilitou a navegação. Resultado: o Fusca permaneceu na superfície por 29 minutos e 12 segundos, fazendo curvas bem afiadas nas águas de Pine Island, a maior ilha do estado da Flórida, onde Dahlberg mantinha seu Fusca com motor de popa.

Em 2019 a Volkswagen comemora 60 anos de Fusca no Brasil. Tudo começou em 1959, quando o Fusca (que desde 1951 era importado da Alemanha) passou a ser produzido no país, onde faria história: até 1986, quando saiu de linha, nada menos que 3,3 milhões de unidades foram vendidas — sem contar a retomada entre 1993 e 1996, por um capricho do presidente Itamar Franco, quando foram produzidos 46 mil Fuscas. Mas nenhum que navegasse, como este.

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor, use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.