A remo, quatro franceses sessentões cruzaram o Atlântico, em 39 dias

0
2728

Se a travessia do Atlântico a bordo de um barco a motor ou de um veleiro ainda reserva lá suas surpresas, imagine num barco a remo tocado por (detalhe ainda mais relevante) uma tripulação com idade média de 65 anos.

Pois essa foi a aventura (um desafio físico e mental) protagonizada pelos franceses Philippe Berquin, Philippe Schucany, Philippe Michel e Bernard Gerbeau (de 60, 61, 68 e 71 anos, respectivamente), que levaram 39 dias para cruzar o Atlântico entre as Ilhas Canárias e a Martinica, no Caribe, a bordo de um barco R45, de 28 pés.

A jornada começou no dia 4 de dezembro, quando os quatro amigos, dividindo duas minis cabines, num total de 8 m², partiram de La Rochelle, na França, rumo às Ilhas Canárias, um arquipélago espanhol ao largo da costa noroeste da África, de onde, no dia 10 de dezembro, se lançaram rumo à Martinica, uma travessia de 3 100 milhas (5 000 km).

O objetivo é aumentar a conscientização sobre a possibilidade de envelhecer bem e, acima de tudo, satisfazendo suas paixões. “Envelhecer bem é manter-se ativo física e mentalmente”, proclamam os intrépidos remadores.