Fórum Náutico Nacional será promovido pela primeira vez no Nordeste

0
730

O Cabanga receberá, durante a programação da 31ª Refeno, o Fórum Náutico Nacional em Pernambuco. O evento é aberto ao público e será realizado no dia 11 de outubro, véspera da partida da regata, às 14h30, no Auditório Sylvio Barreto, e visa ampliar o debate sobre a legislação do setor náutico e encontrar os caminhos para torná-la mais moderna e menos burocrática.

O Fórum surgiu diante da necessidade de colocar o Brasil atualizado no cenário mundial, frente aos avanços já feito por outros países do mundo. As primeiras reuniões foram realizadas na cidade de Santos, em São Paulo, em outubro de 2018, e pela primeira vez será promovida no Nordeste. O objetivo é difundir e debater a temática durante a Refeno, que reunirá 100 embarcações e mais de 800 tripulantes.

“O Nordeste é a principal porta de entrada e saída de embarcações do Brasil. Por isso, tivemos a ideia de realizar o Fórum Náutico Nacional em Pernambuco, durante a Refeno que é uma grande regata com participantes de todo o Brasil e também do exterior, para apresentar o projeto de simplificação e melhoria no controle de barcos. Iniciamos em outubro do ano passado e já tivemos avanços na Receita Federal, estamos avançando com a Marinha e queremos caminhar também na Polícia Federal. Esperamos ter um apoio cada vez maior da sociedade para conseguir as mudanças nas normas que desejamos”, explicou Elias Carneiro, Coordenador do Fórum Náutico Nacional.

LEIA TAMBÉM
>>Concorra a um jet Sea-Doo com som e carreta Odne no São Paulo Boat Show 2019
>>Passeio da Flotilha Guanabara reuniu 34 veleiros na baía da Ilha Grande
>>Casco número um de nova linha de iates holandeses será lançado em setembro

De acordo com Cleidson Nunes, representante da Sociedade Civil e do Grupo Velejar, o Fórum terá status de Audiência Pública e contará com a participação de velejadores, empresários dos setores náuticos e do turismo de toda região. “Será um encontro para que todos aprovem os pleitos, enviem suas sugestões e colaborem com o crescimento do setor”, explicou.

Atualmente, integram o grupo: a Secretaria da Receita Federal do Brasil, Marinha do Brasil, Departamento de Polícia Federal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Grupo Velejar, Diretoria de Portos e Costas – DPC, Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), Associação Brasileira dos Velejadores de Cruzeiro do Brasil (ABVC), Associação Brasileira de Direito Marítimo (ABDM), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), representada pela Comissão de Direito Marítimo, Associação das Marinas do Estado de São Paulo, Sindicato das empresas de Marinas, Garagens Náuticas e Assemelhados do Estado de São Paulo (SINDMAR).

Com a realização em Pernambuco, o Fórum pretende agregar mais instituições públicas e privadas, além de profissionais do mundo náutico para colaborar com engrandecimento do setor e com o turismo náutico nacional. A expectativa é que após o Recife outras regiões do Brasil também receba o Fórum.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.