BRP comemora recorde de faturamento no terceiro trimestre

0
357

A BRP Inc, com sede em Quebec, Canadá, divulgou os resultados do terceiro trimestre para o ano fiscal de 2019, comemorando o que o presidente e CEO José Boisjoli descreveu como o melhor terceiro trimestre da empresa, com aumentos ano a ano na receita total, lucro bruto, renda líquida e EBITA.

A empresa registrou receita líquida total de US$ 1,64 bilhão no período encerrado em 31 de outubro de 2019, representando um salto de 17,9% ou US$ 249,4 milhões sobre os US$ 1,39 bilhão registrados no terceiro trimestre de 2018. O aumento foi atribuído a volumes de vendas 21% maiores de produtos sazonais e durante todo o ano, incluindo fortes vendas de quadriciclos e motos de neve. O lucro bruto aumentou 23,9%, para US$ 441,9 milhões no trimestre, enquanto os investimentos contínuos em produtos aumentaram as despesas operacionais no período em 17,1%, para US$ 223,9 milhões.

A receita líquida do trimestre foi de US$ 135,3 milhões, marcando um aumento de US$ 45,1 milhões em relação aos US $ 90,2 milhões registrados no terceiro trimestre de 2018, enquanto o EBITA normalizado foi de US$ 268,2 milhões, marcando um aumento de US$ 65,0 milhões ou 32% em relação aos US$ 203,2 milhões registrados para o terceiro trimestre anterior.

“Entregamos mais uma vez um sólido desempenho financeiro e nosso melhor terceiro trimestre de todos os tempos”, disse Boisjoli. “Nossa indústria está tendo um bom desempenho globalmente e continuamos superando-a com crescimento de dois dígitos. Enquanto olhamos adiante, nossos fortes resultados no terceiro trimestre nos permitem elevar o limite inferior da orientação para nossa faixa de EPS normalizada para todo o ano, com um crescimento esperado de 19% a 23%”.

Por segmento, as receitas de produtos durante todo o ano aumentaram para US$ 750 milhões no trimestre, com um ganho de 28,9% no ano, devido à forte venda do produto side-by-side Can-Am SSV da BRP e de seu Can-Am Ryker. As receitas de produtos sazonais, incluindo PWC e snowmobiles, aumentaram para US$ 554,8 milhões no trimestre, com um ganho de 13%, enquanto a divisão de motores Powersports PAC e OEM da empresa registrou US$ 226,6 milhões em receitas para uma alta de 12,1% em relação ao terceiro trimestre de 2018.

As receitas do segmento marítimo da BRP diminuíram US$ 3,4 milhões, ou 2,3%, para US$ 142,4 milhões no trimestre devido a um menor volume de motores de popa vendidos, com a empresa observando que as vendas no varejo norte-americano de motores de popa diminuíram em percentual na faixa de adolescentes em comparação com o período de três meses encerrado em 31 de outubro de 2018. O impacto desse declínio para o segmento foi parcialmente compensado por receitas adicionais da austrliana Telwater, adquirida pela BRP em maio.

Nos nove meses findos em 31 de outubro de 2019, o segmento marítimo da BRP está acompanhando as vendas de 2018, registrando uma receita de US$ 407,1 milhões no ano atual em comparação aos US$ 364,2 milhões registrados nos primeiros nove meses do ano fiscal de 2018.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.