Para Fabianne Domingos, troca entre designer e donas de barcos resulta em mais vida ao ambiente

0
763

Cada vez mais, o barco assume a posição de segundo lar dos navegantes. Então, nada mais natural que investir na decoração para deixá-lo ainda mais aconchegante, prático e confortável. Porém, decorar uma lancha ou veleiro nem sempre é uma tarefa fácil. A melhor pedida é recorrer às dicas de um profissional da área, de preferência atualizado com todas as novidades e tendências do mercado. É o caso da curitibana Fabianne Domingos, que há 15 anos, à frente da Design Yacht Division, desenvolve projetos de decoração náutica para lanchas e iates no Brasil e até no exterior.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

Muitas das embarcações do estaleiro catarinense Schaefer Yachts, por exemplo, receberam aquele toque especial da designer. Mas sempre, é claro, levando em conta a opinião dos proprietários. “Cada barco é único e desenvolvido para o cliente. Cabe então ao decorador a sensibilidade de captar seus anseios e necessidades”, diz Fabianne. Nesse processo, é comum que as proprietárias dos barcos entrem em ação, trocando informações com o profissional. “Elas costumam prestar mais atenção em itens como acabamento, beleza, durabilidade e facilidade de conservação, equilibrando prática e conforto. Reparam em detalhes que os homens dificilmente percebem”, explica a curitibana. “São elas que dão um estilo ao barco”, afirma.

Os serviços de um decorador não interferem na estrutura da embarcação. Já na parte interna, o cuidado é total: tipo e cor da madeira, revestimentos, móveis, carpetes, cortinas, objetos e por aí vai…

Um dos pontos que o projeto da embarcação precisa considerar, segundo Fabianne, é o melhor aproveitamento dos espaços. “A escolha de cada detalhe é muito importante para que todo o espaço seja muito bem explorado”, diz. Sem esquecer o estilo de vida e gosto do cliente. Para isso, o ideal é que, cerca de dois meses antes da entrega do barco, comecem as reuniões com o cliente para estudos preliminares e avaliação do que pode ser feito.

Leia mais:

>> Novo túnel subaquático que liga Ilhas Faroé conta com estrutura colorida atrativa. Veja

>> Artista e ativista ambiental britânico inaugura museu subaquático em Cannes, na França

>> Conheça o parque subaquático que atrai turistas e baianos na Baía de Todos-os-Santos

Os serviços oferecidos por ela não interferem na estrutura da embarcação. Resumem-se ao enxoval e à decoração, o que não é pouco. Na parte interna, a interferência é total: tipo e cor da madeira, revestimentos, móveis, mármores ou granitos, carpetes, cortinas, colchas, persianas, objetos, utensílios e por aí vai.

Antenada em decoração náutica, Fabianne sempre acompanha as tendências internacionais. “Busco inspiração em viagens e passeios pelo mar”, conta ela. Estar presente nas maiores feiras náuticas do mundo também ajuda a estar sempre ligada a novas ideias e visões sobre materiais e tendências. Assim como conhecer novos países e culturas, com suas cores e formas únicas, fonte de muita inspiração. “Entretanto, o fator fundamental para o desenvolvimento do projeto é mesmo o estilo de vida e o gosto do proprietário da embarcação”, acredita a profissional da Design Yacht Division. “É preciso fazer um atendimento bem personalizado para entender a sua expectativa. Esta é sempre a minha maior inspiração”, explica.

No processo da decoração, é comum que as proprietárias dos barcos entrem em ação, trocando informações com o profissional. “São elas que dão estilo ao barco, equilibrando prática e conforto”, afirma Fabianne Domingos.

Fundamental também é o cuidado com a escolha das cores e dos materiais. “Nada deve ficar sem uso ou praticidade, em se tratando de uma embarcação, com seus espaços naturalmente reduzidos”, defende a designer, que além do mercado náutico atende ao segmento de aviação e, eventualmente, até o residencial. Além disso, todos os tecidos e revestimentos usados em embarcação podem ser personalizados. “Até os lençóis têm tratamento de hotelaria, pois são mais resistentes”, afirma Fabianne, que com o apoio de uma equipe multifuncional leva em média 20 dias para atender ao pedido do cliente ou, o que é mais comum, da cliente. Na hora de decorar o barco, vale a pena investir no jeito dela.

Gostou desse artigo? Clique aqui para receber o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e leia mais conteúdos.

Teste FS 290