Conheça a estrada francesa que de acordo com a maré fica submersa pelo mar

0
912
Estrada Passage du Gois
A travessia pode ser reconhecida como patrimônio histórico por suas características um tanto quanto singulares
Siga o nosso TWITTER e veja a série Dicas Náuticas diariamente: @revista_nautica

Passagem do Gois (em francêsPassage du Gois) é uma estrada situada na Baía de Bourgneuf que liga a Ilha de Noirmoutier e a costa francesa em Beauvoir-sur-Mer (440 km a sudoeste da capital francesa Paris). A via é famosa e conhecida por ficar submersa pelo mar, dependendo da maré. A via é transitável durante a maré baixa, ficando inundada duas vezes por dia durante a maré cheia. Existem outros locais com estas características, mas a passagem do Gois, com cerca de 4 km de comprimento, é especialmente longa. A altura da água que cobre a via durante a maré alta varia entre os 1,30 metros e os 4 metros, gerando assim a dúvida nos moradores da região: “hoje irei de barco ou de carro?”

Estrada Passage du Gois

A travessia se formou pelas correntes marítimas norte e sul que batiam ao mesmo tempo na Baía de Bourgneuf. Este encontro constante das ondas gerou o desprendimento de sedimentos da costa e, com isso, foram se depositando na baía ao longo de milhares de anos. Este depósito deu origem à elevação de uma espécie de caminho sobre a água.

Com aproximadamente 10 mil residentes, a passagem, sem dúvida, é um lugar singular. Tendo em vista essa realidade a França entrou com um pedido na UNESCO para que a estrada seja reconhecida como patrimônio histórico, porém esse pedido está em andamento e ainda não foi atendido. Esta peculiaridade do local se situar coberto de água em alguns momentos e, em outros, totalmente seco, praticamente “força” que muitos visitantes pernoitem na ilha. Esta circunstância fez com que o turismo do local fosse impulsionado, tornando-se um destino um tanto quanto atípico e instigante.

Estrada Passage du GoisComo todo lugar onde o turismo é o ponto forte, a culinária é muito importante para a região. Preenchida quase toda por frutos do mar, a ostra é a protagonistas nos pratos franceses e pode ser cultivada na própria localidade.

Leia também

» Navegação liberada na França e na Croácia, inclusive pelo sistema de charter

» Tradicional salão náutico francês chegará em sua 43ª edição em setembro

» Teste SEC Boats CatFish 35: um catamarã para pescarias, com conforto para passeios

A Passagem do Gois também tem história no mundo dos esportes. A estrada, em quatro oportunidades, nos anos de 1993, 1999, 2005 e 2011, foi sede do Tour de France, competição anual de ciclismo de estrada realizada na França. Em competições ou não, a travessia pode ser um tanto quanto perigosa, pois nevoeiros acontecem com frequência, deixando a passagem desfiadora de ser enfrentada e conhecida por histórias não tão felizes.

Felizmente, a Ilha Noirmoutier, que é o local mais próximo da passagem, tem outra conexão com o continente por meio de uma ponte rodoviária ao sul, onde a distância é bem menor. Portanto, se alguém estiver na costa oeste da França e quiser visitar a ilha, talvez seja melhor fazer um desvio e ir pelo caminho mais longo, mas também mais seguro.

Por Felipe Toniolo, sob supervisão da jornalista Maristella Pereira

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Teste FS 290