Estaleiro alemão lança megaiate de 80 metros com motorização híbrida

0
396

O estaleiro alemão Nobiskrug iniciou a semana com o lançamento de seu megaiate de 80 metros Artefact, nas margens do Canal de Kiel, em Rendsburg, no norte da Alemanha. Com exterior assinado por Gregory C. Marshall e interior por Reymond Langton, o modelo foi encomendado por um proprietário visionário.

A construção começou em novembro de 2016, após quase dois anos e meio de pesquisa e desenvolvimento da Nobiskrug como arquitetos navais do projeto, juntamente com os designers do iate. “Não temos medo de mudar de idéia, mas talvez o maior desafio neste modelo tenha sido obter um iate de grande volume com superestrutura de fibra de vidro e grande quantidade de vidro pesado”, disse o diretor da Nobiskrug, Holger Kahl.

Para alcançar as formas externas projetadas pelo canadense Gregory C. Marshall, a equipe do projeto decidiu construir a superestrutura a partir do GRP em vez do alumínio convencional. Isso compensou o peso adicional das inúmeras janelas de Artefact (cerca de 750 m² de vidro pesando 58 toneladas) e permitiu que a equipe de engenharia executasse as formas complexas do projeto com confiança.

LEIA TAMBÉM
>>João Palombo e o pai descobriram os prazeres de uma Ventura 160. E não querem saber de outra vida
>>Cinema grátis é atração do Race Village durante a Semana de Vela de Ilhabela
>>Como uma pénichette pode ser uma deliciosa maneira de explorar os rios da França

Construída segundo as mais recentes regulamentações IMO Tier III, Artefact está equipado com um sofisticado sistema de propulsão híbrido que depende da energia de vários geradores a bordo e uma variedade de baterias de íons de lítio, tornando-o 30% mais eficiente na água do que o diesel convencional iates de propulsão em sua classe, de acordo com o estaleiro. Eles são acoplados aos pods azimutais compactos duplos da ABB, que também fornecem recursos completos de Posicionamento Dinâmico. Além disso, 23 m² de painéis solares fornecem cerca de 6kW de energia auxiliar.

“A montagem nos permite executar o iate em um estado de eficiência ideal e desgaste mínimo nos geradores”, explica o capitão do iate e representante do proprietário, Aaron T. Clark. “Em vez de ligar outro motor a diesel quando a demanda de energia aumenta, podemos simplesmente puxá-lo do banco de baterias ou, pelo contrário, usar qualquer excesso de energia para recarregar as baterias. Basicamente, estamos sempre conservando ou redirecionando energia, essa é a vantagem real.”

O interior do modelo será revelado durante a estréia mundial de Artefact durante o Monaco Yacht Show deste ano.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

 

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.