Equipes

0
1293

Os inscritos nas classes ORC e RGS para correr as regatas da 41a Ilhabela Sailing Week, de 19 a 26 de julho, poderão competir por equipes, além das disputas tradicionais entre tripulações. A primeira equipe, Indaiá/YCI, foi formada por iniciativa de velejadores do Yacht Club de Ilhabela (YCI), sede do evento, com a finalidade de proporcionar mais emoção aos participantes da principal regata da América Latina.

O quarteto terá como competidores os tripulantes dos barcos Orson e Fantasma, ambos da classe ORC e do YCI, e pelos RGS Kanibal (YCI) e Jazz, tradicional veleiro de Ilhabela. “É um pontapé inicial para criarmos um torneio interclubes ou inter-regional, mas neste ano não haverá nenhuma exigência em relação aos clubes de origem ou à procedência geográfica das embarcações”, explica o comandante do Orson, Carlos Eduardo Souza e Silva, o Kalu, também diretor de Vela do Yacht Club de Ilhabela.

Serão computadas as regatas válidas para as duas classes, ORC e RGS, até 25 de julho. Será considerada campeã a equipe que, na somatória dos barcos, obtiver o menor número de pontos perdidos. Na cerimônia de premiação, no dia 26, receberá o Troféu Eric Tabarly, de posse transitória, em homenagem ao navegador francês vencedor da tradicional Ostar, há exatos 50 anos, em 1964, regata inglesa em solitário, a bordo do lendário Pen Duick II, um dos mais famosos veleiros de oceano em todos os tempos.

Foto: Edu Grigaits

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.