Em Miami

0
1972

Terminou neste domingo no Biscane Bay Yacht Club, em Miami, o Hemisfério Ocidental da classe Star. O velejador Lars Grael ficou com a medalha de prata, após vencer a última das sete regatas disputadas. O evento encerrou a temporada norte-americana do velejador e agora ele e seu proeiro Samuel Gonçalves se preparam para competir na Europa.

“Este é um campeonato continental, assim como o Norte-Americano. Eu vim defender o título, já que venci ano passado no Lago Sunappe com o proeiro Brad Nichol, mas a competição foi muito disputada, com 39 barcos de sete nações e velejadores consagrados. Chegamos a liderar, mas o americano Brad Ledbetter velejou melhor na fase final e mereceu o título”, disse Lars.

Desde janeiro Lars e Samuel participaram de quatro competições nos Estados Unidos e em todas subiram no pódio.

“Estamos felizes com o final da campanha norte-americana. Fomos terceiros colocados no Levin memorial, vice campeões do Midwiters, campeões da Bacardi Cup e agora vice-campeões do Hemisfério, que contou com alguns barcos brasileiros que também se destacaram, como o Marcelo Fuchs e o Dino Pascolato. Chegando no Brasil nosso foco vai ser treinar para o Europeu, que será disputado em Gaeta, na Itália, de 2 a 7 de junho”, completou.

Este foi o segundo título expressivo de abril. No início do mês os dois conquistaram o Campeonato Brasileiro, disputado na Guarapiranga, em São Paulo.

Resultado:

  1. Brian Ledbetter e Joshua Revkin, EUA, 15 pontos perdidos
  2. Lars Grael e Samuel Gonçalves, BRA, 27 pp
  3. Paul Cayard e Brian Terhaar, EUA, 42 pp
  4. Augie Diaz e Arnis Baltins, EUA, 43 pp
  5. John Maccausland e Bruno Prada, EUA/BRA, 44 pp