Em Brasília

0
693

Lars Grael assumiu hoje, em Brasília, a presidência da Comissão Nacional de Atletas ligada ao Conselho Nacional do Esporte (CNE), do Ministério do Esporte. A posse foi realizada em uma cerimônia, na Capital do país, e foi presidida pelo Ministro do Esporte, George Hilton. Além de Lars Grael, velejador medalhista olímpico, outros atletas e ex-atletas de peso fazem parte da comissão entre eles, Gustavo Borges, Hortência, Bernard Rajzman, Emanuel e Clodoaldo Silva. A posse de Lars marca a reativação da Comissão Nacional de Atletas que ficou inativa por nove anos. Todos os atletas são voluntários e não receberão remuneração por suas funções.

Segundo o ministro George Hilton, a grande tarefa da comissão nacional será de participar ativamente na elaboração do projeto de Lei que criará o Sistema Nacional do Esporte. “Está claro que o dia é festivo, mas que o trabalho por vir será imenso. Conto com a inteligência, talento, experiência e o amor de vocês (atletas e ex-atletas) pelo nosso país, para que juntos possamos marcar um gol mais bonito do esporte brasileiro, que será a criação do Sistema Nacional do Esporte”, ressaltou George Hilton.

Lars Grael, acrescentou que todos os envolvidos no trabalho estão de forma apartidária, trazendo uma contribuição de ideias e representando vários atletas de diversos seguimentos. “Meu papel é atuar como facilitador, como mais um integrante da comissão, e podemos dar todo o apoio possível a gestão do Ministério do Esporte. Na nossa máquina calculadora nós só temos o botão de somar. Porque não somos um poder paralelo, muito pelo contrário, conhecemos muito bem o pacto federativo que hoje rege o esporte brasileiro”, analisou.

A principal função da comissão é ser a voz direta dos atletas com o governo federal e atuar em projetos assim como fez no começo dos anos 2000 quando participou ativamente dos projetos de Lei de Incentivo ao Esporte e da criação do Bolsa Atleta. “Apesar de que juridicamente a comissão não tem poder deliberativo, mas sim consultivo, para o Ministério do Esporte ela terá uma voz e uma capacidade enorme de opinar. Vocês serão ouvidos de forma deliberativa em relação às decisões que o ministério vai tomar”, disse o Ministro em seu discurso.

Foto: Roberto Castro – ME

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.