Mergulhador dinamarquês bate recorde em mergulho livre no México. Confira

0
1099

O mergulhador dinamarquês Stig Severinsen, de 48 anos, quebrou o recorde mundial existente no Guinness de apneia dinâmica (natação submersa) com um mergulho de 202 metros (662,73 pés) no Mar de Cortez, no México.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

Com o feito, Severinsen acrescenta um comprimento total de piscina de 25 metros (82 pés) ao recorde do venezuelano Carlos Coste de 177 metros (581 pés), que ele estabeleceu há quatro anos, aos 40 anos. O próprio Coste detém o recorde desde 2010.

Ao contrário dos recordes mundiais de mergulho livre mais tradicionais concluídos em piscinas, o Recorde Mundial do Guinness foi estabelecido em águas abertas na praia de Balandra, no México. O atual recorde de mergulho livre em piscina equivalente é de 300 metros (984 pés).

Leia também

» Curaçao é eleito um dos melhores destinos de mergulho no Caribe e no Atlântico

» Ferry boat afundado na Baía de Todos-os-Santos é novo ponto de mergulho. Assista ao vídeo

» Ruínas de antiga igreja são encontradas durante mergulho no Mar Negro

“Há muito tempo procuro uma oportunidade para transmitir uma mensagem sobre o nosso planeta e como devemos tratá-lo. O local do mergulho no México pertence a uma das áreas costeiras mais belas do mundo. Como muitos outros lugares, é ameaçado pela poluição humana.

“Quando o mundo foi atingido pela Covid-19 há quase um ano, eu estava procurando uma maneira de mostrar que a pandemia não era uma desculpa para esquecer nossas prioridades com a natureza ou com as nossas ambições. Pelo contrário. É por isso que passei o tempo treinando e desenvolvendo tanto a mim mesmo quanto a minha mensagem”.

Para quebrar o recorde, Severinsen iniciou um programa de treinamento intenso, tanto no aspecto físico como mental.

“Minha mensagem é que o nosso planeta é um lugar incrível, o nosso corpo e a nossa mente podem realizar coisas incríveis. Em vez de nos permitir ficar paralisados ​​pelo medo, devemos continuar nossos esforços humanos. Mas deve ser feito em harmonia com a natureza – não contra ela. Quando esquecemos o medo e escolhemos a ação, nós mesmos somos mestres de nosso destino”.

O recorde foi aprovado pelo Guinness World Records.

Gostou desse artigo? Clique aqui para receber o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e leia mais conteúdos.

Hindy - Rifaina