Design brasileiro

0
3005

Luiz de Basto sempre se viu como um dos designers mais criativos da área náutica. Foi quando deparou-se com um desafio chamado Top Deck 51, segundo modelo da nova linha do grande estaleiro espanhol Astondoa, depois da unidade de 63 pés. “Eles me trouxeram o projeto com vários problemas de estabilidade e até de inundação. Fui feliz e capaz de resolver todos esses casos um por um”, declarou. “Agora o barco é muito estável, leve e seguro como qualquer outro”, garante.

Mas ainda assim, o que de destaca nessa embarcação de 51 pés é o salão enorme e revolucionário aberto na área central. Como é possível ver na imagem, esse ambiente é uma combinação de salão fechado com um clube de praia ao nível da água quando o barco estiver ancorado. Claro, os proprietários vão desejar ter o salão aberto de qualquer maneira, mesmo quando em movimento, por isso o estaleiro pensa em colocar alarmes nos motores caso isso aconteça para prevenir possíveis acidentes. Em todo caso, a Top Deck 51 não foi projetada para cruzeiros de longa distância, e sim para uso diúrno, em locais bem abrigados no mar ou em grandes lagos da Europa ou dos Estados Unidos.

“O salão faz essa embarcação ser, de fato, especial”, disse Bastos. “Serão duas portas de correr que deixaram todo o espaço aberto. Os baluartes conseguem ir 90 graus para baixo, fazendo um salão completamente plano, sem degraus ou buracos. Nem um dedo ou o pé de uma criança poderá entrar na junção. É literalmente uma extensão do deck quando os baluartes se abaixarem”, explicou o brasileiro. Veja imagem abaixo:

Fotos: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br