Copa Internacional Amizade de Soling contou com velejadores da Alemanha, Argentina e Estados Unidos

0
1049
Foto: Divulgação

O domingo ensolarado (26) e temperatura agradável em Porto Alegre era para ser um dia perfeito, se não fosse pela falta de vento. O esperado confronto da flotilha ouro com as oito equipes finalistas da Copa Internacional Amizade da classe Soling não aconteceu. As tripulações aguardaram até a metade da tarde no pátio do Veleiros do Sul à espera de uma brisa amiga que não veio.

Sem a realização da fase final prevaleceu o resultado de sábado (25) e o título ficou com a equipe Bossa Nova formada pelos gaúchos George Nehm, o Dodão, Marcos Pinto Ribeiro e Alexandre Mueller que terminou em primeiro lugar na fase de classificatória. Em segundo lugar ficaram os argentinos da ARG1, com Gustavo Warburg, Alejandro Chometowski e Tomas Roldan.

As equipes Bossa Nova e ARG3 ficaram com o mesmo número de pontos, 16, após as fases classificatórias que contou com 12 regatas no total dos dois rounds robin. Mas pelo critério de desempate a equipe liderada por Nehm sobrepujou ao time de Warburg. Ambos timoneiros são possuidores de títulos mundiais da classe Soling.

A Copa Internacional Amizade foi disputada em um formato inovador, com a participação de 16 equipes que se revezaram nos oito barcos durante as regatas. O evento teve duas classificatórias e as cinco primeiras equipes colocadas entraram direto para a flotilha ouro, enquanto as outras disputaram na repescagem as três vagas que completaram a final ouro. As demais foram para a flotilha prata. Hoje seria disputada e Medal Race na flotilha ouro e prata. Na Copa Amizade a regata final é zerada a pontuação e quem chegar em primeiro é o vencedor da competição.

Os velejadores locais e estrangeiros aprovaram o modelo que a organização da classe no VDS deseja transformar numa competição ainda maior. Essa edição já contou com velejadores de fora, da Alemanha, Argentina e Estados Unidos.

“Nós gostamos muito desse sistema de disputa em round robin, mas sobretudo porque facilita a participação de quem vem de fora,  não precisa trazer os barcos para o Brasil, ganhamos tempo e reduzimos os custos com a viagem. Estava muito boa a Copa Amizade”, comentou o argentino Gustavo Warburg.

Na equipe Bossa Nova está pioneiro da classe Soling no estado velejador Marcos Pinto Ribeiro, que por sua iniciativa contribuiu para formação da flotilha no RS.

“Nós comemoramos os 20 anos da classe Soling no Veleiros do Sul e o evento tem muito a ver com a motivação de podermos velejar com os amigos de muito tempo, daqui e de fora. Esse formato facilita a vinda de todos e deixa mais atraente as disputas. Pretendemos colocar a Copa Amizade no calendário internacional da classe Soling e atrair competidores de vários países”, disse Marcos Pinto Ribeiro, capitão de flotilha da Soling no RS.

O encerramento da Copa Internacional Amizade de Soling foi comandado pelo Comodoro Cícero Hartmann, que também estava classificado na flotilha ouro para a fase final. Antes da entrega de prêmio, ele presentou as tripulações estrangeiras com camisas do Veleiros do Sul. As cinco primeiras equipes colocadas receberam os prêmios e o vencedores o troféu Copa Amizade.

LEIA TAMBÉM
>>Exclusivo: conheça os planos do estaleiro Ventura Marine e o próximo lançamento da marca
>>Estados Unidos relata crescimento no setor náutico no último ano
>>São Paulo Boat Show 2019 é lançado na capital. Veja fotos

Premiados

Melhor do Dia1
Coringa – VDS/BRA Lucas Ostergren, Carlos A. Trein e Roger Lamb

Melhor do dia 2

ARG 3 – CNSI/ARG Gustavo Warburg, Alejandro Chometowski e Tomas Roldan.

Premiação geral

1º Bossa Nova – VDS/BRA George Nehm, Marcos Pinto Ribeiro e Alexandre Mueller

2º ARG 3 – CNSI/ARG Gustavo  Warburg, Alejandro Chometowski eTomas Roldan

3º ARG 4 – CNSI/ARG Martin Busch, Diego Cappagli e Diego Weppler

4º El Demolidor – VDS/BRA Kadu Bergenthal, Eduardo Cavalli e Renan Oliveira

5º Equilibrium – VDS/BRA  Nelson Horn Ilha, Manfredo Floricke e Vilnei Goldmeyer

Flotilha Ouro – comandantes

1º George Nehm (BRA)

2º Gustavo Warburg (ARG)

3º Martin Bush (ARG)

4º Kadu Bergenthal (BRA)

5º Nelson Ilha (BRA)

6º Matias Collins (USA/ARG)

7º Roman Koch (GER)

8º Cícero Hartmann (BRA)

Flotilha Prata – comandantes

9º Santiago Nottebohm (ARG)

10º Carlo De Leo (BRA)

11º Lucas Ostergren (BRA)

12º Dennis Koch (BRA)

13º André Gick (BRA)

14º Ricardo Paranhos (BRA)

15º Ronaldo Ruschel (BRA)

16º Henrique Ilha (BRA)

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones