Conheça Xouva 4.9, o multicasco elétrico para navegação em rios e lagos

0
1405

O designer José Manuel Ballester colocou na água o primeiro protótipo do projeto Xouva 4.9. É um barco de propulsão elétrica focado no turismo costeiro graças à sua autonomia de seis horas e a velocidades de navegação de cinco nós. Tem capacidade para sete pessoas e estima-se que o preço final de venda não exceda 30 mil euros.

Turismo e barcos elétricos sustentáveis ​​são o futuro e também o presente do setor náutico. A empresa dcbBallester está comprometida com uma embarcação multicasco com uma plataforma de lazer ampla e acessibilidade para cadeirantes. “O modelo não pode ir para o mar, mas permite uma navegação costeira. Muitas cidades com rios ou lagos também podem optar por um modelo elétrico deste tipo”, afirma o designer, José Mauel Ballester.

LEIA TAMBÉM
>>Retomada do mercado náutico movimenta litoral de SC nesta temporada de verão
>>Projeto do maior megaiate particular do mundo prevê cassino e galeria de arte
>>Novo iate de 27 metros da Azimut Yachts será fabricado no Brasil

O primeiro modelo ainda é um protótipo para avaliar o funcionamento, as formas e estabilidade. Ele servirá como plataforma de teste para a fabricação subsequente dos modelos em série. “Eu queria fazer o meu primeiro projeto, que chegou ao mercado um produto diferente. Analisei a oferta européia muito avançada em barcos elétricos, de propor um turismo náutico diferente que temos hoje”, diz Ballester.

A propulsão elétrica oferece uma navegação sem ruído ou fumaça. Com este modelo, navega-se em perfeita harmonia aproveitando o mar de forma sustentável e responsável com o meio ambiente.

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Teste Schaefer 770