Conheça este novo projeto de jet húngaro com motorização 100% elétrica

0
1625

A empresa húngara Narke pretende comercializar em breve o primeiro jet elétrico projetado para produção em massa. Apesar dos esforços dos fabricantes de motos aquáticas em produzir embarcações menos barulhentas e poluentes, o jet ainda sofre com uma imagem negativa. Isso pode mudar com a chegada do Narke Eletrojet, um modelo 100% elétrico, silencioso e ecologicamente correto.

“Não é um produto resultante da transformação de um modelo já existente; mas toda uma nova experiência de navegação com performances sem qualquer descarga de poluentes, um baixo nível de ruído e uma máquina com um visual original”, explica o fabricante.

O design futurista do jet esconde uma estrutura reforçada com fibra de carbono, leve e forte. É alimentado por um motor elétrico desenvolvido pelos engenheiros da empresa. É um motor assíncrono trifásico de 45 kW e arrefecido por água. A velocidade máxima do Eletrojet é restrita eletronicamente a 55 km/h por razões de segurança e autonomia de 1h30 em um uso “normal”. As baterias são recarregadas a 80% em 6 horas.

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones