Classificados qualificado

0
3366

Chega um momento em que é hora de passar o barco adiante, quase sempre para comprar outro que atenda melhor às suas necessidades. Para isso, há uma ótima ferramenta, tanto para vender quanto para comprar um barco usado: os novos anúncios classificados eletrônicos do site da revista NÁUTICA (www.nautica.com.br/classificados). Eles fazem parte do maior portal náutico do Brasil e oferecem grande visibilidade e confiabilidade para quem quer comprar ou vender um barco, além de serem também retransmitidos nas redes sociais de NÁUTICA Classificados e permitirem até cinco fotos de cada barco, para melhor análise dos interessados. Se tiver um barco para vender, aproveite a oportunidade. E, para vendê-lo mais fácil, siga as dicas abaixo.

 

1. Descreva bem o barco

Quanto mais detalhes, melhor. Informações obrigatórias são a marca, modelo, ano de fabricação, tempo de uso do motor, equipamentos e acessórios. Mas comentários do tipo “motorização rápida e econômica” ou “casco recém-pintado”, caem muito bem.

 

2. Mostre boas imagens

Faça fotos apenas em dias de sol e com o barco ao ar livre, mostrando o casco de proa, de popa, de lado e, se possível, também de cima, mas só depois de limpá-lo bem. Acenda as luzes da cabine e do painel, para destacá-los melhor. E nunca — jamais! — use fotos tremidas ou escuras. Elas “envelhecem” até barco zero.

 

3. Diga só a verdade

Pontos negativos do barco também devem ser revelados. Se ele precisar de alguns reparos, por exemplo, diga logo. Isso fará com o interessado acredite muito mais no conteúdo do anúncio inteiro.

 

4. Explique o porquê do preço

O preço de um barco usado tem muito mais a ver com o seu estado do que com o ano, modelo e tempo de uso. Por isso, mais importante do que ressaltar que ele foi “pouco usado” (até porque barco parado é que dá problemas no futuro) é descrever sua boa conservação. E, claro, pedir um preço justo.

 

 

Teste New Sessa C44