Bruno Jacob desafia atleta de paratriathlon a pilotar jet na Bahia. Confira

0
2945

O piloto radical e vice-campeão Mundial de motosurf, Bruno Jacob fez um desafio ao atleta de paratriathlon Leonardo Curvelo: aprender a pilotar moto aquática no rio Jacuípe, na Bahia.

Leo, que amputou o braço esquerdo em 2009 e desde então coleciona títulos no paratriathlon não hesitou e encarou o jet. Fez bonito, conseguiu pilotar a moto aquática com orientação e supervisão do piloto profissional, que no último mês garantiu o 2º lugar no Mundial de motosurf freeride 2016.

“Leo se saiu muito bem. É um vitorioso no esporte e na vida e prestou muita atenção no momento que eu estava passando as orientações. Navegou com muita segurança e responsabilidade, está de parabéns”, disse o piloto.

Mas o desafio não foi apenas de Bruno para Leo. O paraatleta também desafiou o piloto a andar em sua bike, que é totalmente adaptada a seu perfil. Bruno Jacob, que é bom em equilíbrio, também se saiu bem.

“Incrível. Essa foi a palavra que encontrei mais próxima da realização deste feito. Já tinha ouvido que era impossível e como dependia de outras pessoas, nem dei importância. Mas papai do céu colocou Bruno em meu caminho e tudo mudou. Ele acreditou em minha capacidade, mesmo com um braço, e agora estou apto a fazer a prova da Capitania dos Portos para me tornar o 1º deficiente físico amputado a ter carta náutica para moto aquática”, afirma Leo Curvelo.

Foto: Lucciano Cruz

Loucos Por Barcos