Conheça o Boatcar, mistura de uma lancha Sea Ray com um carro da GM

0
449

Siga o nosso TWITTER e veja a série Dicas Náuticas diariamente.

Parece um barco, mas não é. Também não é um carro anfíbio. Como um peixe fora d’água, o Boatcar foi mesmo feito para rodar na estrada. É um barco rodoviário. Para dar vida a essa, digamos, “obra de arte”, o americano Mark Ray, de Atlanta, Geórgia, juntou o casco de uma lancha Sea Ray de 18,5 pés, que estava debaixo d’água, afundada no Lago Lanier, com o chassi e o motor V-6 de 4,3 litros de um GMC S15 Jimmy.

Mark levou um ano para fundir os dois em um. “A Sea Ray exigiu um pouco mais de trabalho. Depois de lavá-la com pressão, tive de remover sua parte interior e cortar o piso de uma forma que pudesse encaixar o Jimmy”, conta o inventor, que manteve o para-brisas do barco, mas acrescentou luzes, espelhos retrovisores, cintos de segurança, buzina, faróis e lanternas traseiras, que é para poder rodar legalmente pelas ruas da Geórgia. Só faltou selar o fundo da Sea Ray, para torná-la mais uma vez navegável, agora como lancha anfíbia.

LEIA TAMBÉM
>> Vem aí o São Paulo Boat Show 2020 em um lugar inédito!
>> Tubarão devora outro em praia de Palm Beach, na Flórida. Assista ao vídeo
>> Novo iate mais rápido do mundo? Barco de 130 pés promete chegar aos 90 nós

Depois de investir cerca de US$ 10 000 na brincadeira, Mark decidiu colocá-la na casa de leilões Sotheby’s Fall Auburn, na expectativa de conseguir arrecadar entre US$ 40 000 e US$ 50 000. Ficou no prejuízo. Na última batida do martelo, o Boatcar foi arrematado por apenas US$ 5 500. Ainda assim, ele decidiu construir um novo “barco de rua”.

Tem cada veículo estranho por aí…
O mesmo Mark construiu um carro-avião, com a mistura de um GMC Sierra com a fuselagem de um Cessna 421. Mas essa já é outra história.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Teste EVOLVE 360 HT – 27/06/2020