Velejador brasileiro é bicampeão Pan-Americano de Sunfish

0
503
Foto: Arquivo pessoal

Um Pan-Americano especial para os velejadores do Iate Clube de Santa Catarina. Após a prata de Bruno Fontes (Laser Standard), conquistada na sexta-feira, neste sábado foi vez de Matheus Dellagnelo brilhar com a conquista da medalha de ouro na classe Sunfish. O título em Paracas foi o segundo conquistado por Matheus em Pan, repetindo o feito da edição de Guadalajara 2011.

“Que dia! Eu estava um pouco nervoso, última regata do campeonato, mas deu tudo certo. Eu consegui velejar muito bem no popa novamente e isso fez a diferença. Depois de oito ano repetir o feito e ser bicampeão é muito emocionante”, comenta Matheus Dellagnelo, que também tem o título de campeão mundial da categoria.

O velejador do Iate Clube de Santa Catarina cresceu na competição no momento certo e na reta final assumiu a liderança da classificação geral chegando a Medal Race com quatro pontos de vantagem sobre o canadense Luke Ramsay. Mesmo com vantagem, Matheus arriscou desde o início e logo se posicionou entre os líderes. Com o segundo lugar na regata final o catarinense pode comemorar o título.

“O clima aqui é muito intenso e este título foi especial. Todo o cenário foi perfeito. O ouro, a presença do Bruninho (Fontes) que está se aposentando e foi prata, a equipe toda fazendo bonito e o país muito bem no quadro de medalhas”, encerrou Matheus.

Foto: Arquivo pessoal

LEIA TAMBÉM
>>Passo a passo: veja a construção de um megaiate de alumínio da MCP Yachts
>>Concessionária Schaefer Yachts inaugura nova loja no litoral paulista
>>Velejador brasileiro é bicampeão Pan-Americano de Sunfish

A medalha de prata de Bruno Fontes foi suada! O velejador iniciou o dia na terceira posição, atrás do americano Charlie Buckingham e do guatemalteco Juan Maegli. No dia com condição de vento mais forte, Bruno manteve a calma e largou bem ao lado dos concorrentes. “Tinha mais de vinte nós e foi uma regata bem dinâmica. Fiquei perto do ouro, depois da prata, depois do bronze. Ao final, consegui me posicionar bem para fechar a competição”, completa Bruno.

“Não poderia escolher um cenário melhor para coroar minha carreira. Uma medalha pan-americana era algo que me faltava e ela veio na melhor hora possível. Um desfecho incrível. A lição que fica é que nunca devemos desistir dos nossos sonhos, independente do que aconteça. Fui persistente e com 39 anos celebro uma das maiores conquistas da carreira. Poder representar o meu país é algo que não se pode calcular”, revela Bruno Fontes.

Aos 39 anos, Bruno viveu um momento delicado nesta temporada com a perda de seu pai, para quem dedicou a conquista. “Esse ano foi muito complicado com a perda do meu pai e essa medalha vai para ele. Tenho um orgulho enorme de carregar comigo todos os valores que ele me ensinou”, ressalta o medalhista de prata.

Terminada a regata, Bruno definiu também os próximos passos de sua trajetória na vela. O atleta deixa o papel de competidor para assumir o de orientador. “Vou seguir minha caminhada na vela em um projeto muito bacana. Recebi o convite para ser técnico da equipe chinesa olímpica e vou passar para o outro lado agora. Será um desafio, mas vou com o mesmo foco que sempre tive nas competições”, encerra.

Sunfish:

1º Matheus Dellagnelo (BRA) – 25pp
2º Luke Ramsay (CAN) – 33pp
3º Renzo Sanguineti (PER) – 34pp
4º Conner Blouin (EUA) – 49pp
5º Diego González (CHI) – 62pp
6º David Hernandez (GUA) – 64pp
7º Martin Alsogaray (ARG) – 66pp
8º Jonathan Martinetti (EQU) – 57pp
9º Simon Gomez (COL) – 68pp
10º Agustin Lazaro (PUR) – 85pp
11º Héctor Guzman (MEX) – 87pp

Laser Standard:

1º Juan Maegli (GUA) – 28pp
2º Bruno Fontes (BRA) – 34pp
3º Charles Buckingham (EUA) – 37pp
4º Enrique Arathoon (ELS) – 48pp
5º Stefano Peschiera (PER) – 58pp
6º Robert Davis (CAN) – 82pp
7º Andrew Lewis (TTO) – 62pp
8º Juan Bisio (ARG) – 84pp
9º Yanic Gentry (MEX) – 88pp
10º Clemente Seguel (CHI) – 91pp
11º Ignacio Rodriguez (URU) – 99pp

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

 

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.