O que é melhor: um ou dois motores no barco? Confira no vídeo

0
1067

Teoricamente, só de imaginar essa pergunta, já vem claro na mente que a resposta seria: barco com dois motores. Porém, essa pergunta pode não ter a resposta 100% definida, como se imagina. Veja no vídeo:

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

No mundo náutico, existe um ditado muito famoso que diz: “Quem tem dois, tem um. Quem tem um, não tem nenhum”. Isso se dá pelo fato de que se em algum momento que a embarcação tiver navegando e um dos motores falhar, o outro vai funcionar, porém se o barco tiver apenas um motor, não tem como se safar.

Partindo dessa frase, é importante saber dois pontos que vão realmente revelar o que é mais vantajoso.

O primeiro ponto é a manutenção. Seja ela preventiva ou corretiva, caso a manutenção seja feita de forma equivocada, não adianta o barco possuir dois motores, pois no final você também ficará na mão e não te sobrará nenhum ou até mesmo se os dois motores tiverem potência mais baixa, vai resultar no mesmo fim.

O segundo ponto é o modo que se usa o barco. É preciso realmente saber o que você precisa em um barco. Se o seu barco for, por exemplo, somente para você e sua pequena família, não há necessidade do mesmo possuir dois motores, isso vale também para quem sempre navega pela costa, já que caso ocorra algum empecilho o resgate pode ser feito mais rapidamente e mais facilmente.

LEIA MAIS:

>> Descubra como contratar um bom marinheiro para o seu barco. Veja o vídeo

>> Você sabe o que cada cor representa na iluminação de navegação noturna?

>> Barco maior é mais seguro?

Já, se você é uma pessoa que gosta de reunir a família toda, os amigos (mesmo com a quantidade de pessoas estando dentro da indicada pelo estaleiro) pode ser que um motor não seja o suficiente. Pois as pessoas vão usar mais água, mais combustível e isso vai fazer com que o barco perca potência e não de o seu melhor, não navegando direito e não planando direito (caso a potência do motor não seja a correta).

Para isso, é indicado que na hora de comprar um barco, converse com o estaleiro ou o vendedor do mesmo, pois eles poderão indicar qual é o melhor tipo de motorização de acordo com o seu uso próprio para a embarcação.

Gostou desse artigo? Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações para ser avisado sobre novos vídeos.

 

São Paulo Boat Show