Barco-bar com delivery de pizza é sucesso em ilha de Paraty

0
11489

Barcos transformados em bares flutuantes não são nenhuma novidade no litoral entre Rio e São Paulo. Ao contrário, é mais do que esperado encontrar um “barco-bar” servindo petiscos para as lanchas e iates ancorados em locais como a Lagoa Azul, na Ilha Grande, ou a praia do Dentista, em Angra dos Reis. Mas o que torna diferente o barco-bar do caiçara Jorge Miguel, sempre ancorado na movimentada ilha da Cotia, em Paraty, é um item inusitado do seu cardápio: as pizzas. Sim, ele prepara e entrega redondas quentinhas no mar — algo difícil de acreditar.

Jorge

“Os clientes pediam, em tom de brincadeira. Daí, pensei: por que não servir pizzas também, já que elas só dependem de ter um forno na traineira?”, conta o expescador nascido na Ilha Grande e legítimo caiçara, daqueles que ainda usam chapéus de palha e sem a ponta de um dos dedos “que um tubarão levou”, como ele conta, com a maior simplicidade. Há dois anos, Jorge Miguel toca o seu barco-bar, com a ajuda da mulher na cozinha, da filha nos pedidos, e do neto nas bebidas. As pizzas chegam até os barcos dos clientes ainda quentinhas, dentro de típicas embalagens de papelão, mas a bordo de uma prosaica canoa a remo, conduzida pelo próprio Jorge, que construiu um compartimento adequado para transportar as redondas na popa — certamente, o mais original serviço de entrega de pizzas que você já viu. Sobretudo ali, no meio do mar.

Delivery

O sucesso das pizzas al mare tem sido tão grande que, recentemente, Jorge resolveu expandir o negócio: comprou um velho catamarã e o transformou numa espécie de balsa, que agora fica ancorada a contrabordo na sua traineira. “Quem não quiser comer no próprio
barco, pode vir se sentar nas mesas da nossa ‘pizzaria’”, diz ele, feliz da vida com a aceitação que está tendo a improvável novidade.

Foto: Arquivo pessoal