Aos 80 anos, australiano está perto de completar sua 11ª volta ao mundo em veleiro de 34 pés

0
2279

Em 1979, quando completou 40 anos de idade, o australiano Joh Sanders decidiu dar uma volta ao mundo em solitário, e sem escalas, a bordo do veleiro Perie Banou II, de 34 pés. Façanha concluída em 1982. Desde então, o hoje octogenário velejador (nasceu em 1939) já soma nada menos que dez (!) circum-navegações.

A mais recente delas foi concluída em 2017. Mas ele não parou por aí. Aos 80 anos, está no mar novamente, disposto a completar a sua 11ª volta ao mundo solo, a bordo de seu mesmo velho barco Perie Banou II.

Desta vez, Sanders atrelou a viagem, iniciada em novembro de 2019, com direito a escalas, a uma causa nobre: a guerra contra os plásticos que invadem os oceanos. Todos os dias, ele coleta amostras de água do oceano, que são processadas através de filtros e enviadas à Universidade de Curtin.

Até agora, o aventureiro australiano já cruzou o Oceano Índico e o Atlântico. Atualmente no Caribe, ele se prepara para cruzar o Canal do Panamá, rumo ao Pacífico, onde atracará nas Ilhas Galápagos, Taiti e Nova Caledônia, antes de alcançar a Austrália novamente.

Alguns detalhes tornam as façanhas desse homem de ferro ainda mais impressionantes: entre 1986 e 1988, Sanders protagonizou uma tripla volta ao mundo; foram 657 dias 21 horas e 18 minutos ininterruptos no mar, marca registrada no Guinness Book, o livro dos recordes, com a maior distância navegada sem escalas por qualquer embarcação (71.023 milhas náuticas). Além disso, ele entrou para a história como o primeiro homem a cruzar a Antártica em solitário, circundando o continente duas vezes, em 1981 e 1982.