Associação náutica relata aumento de 59% nas vendas de barcos nos Estados Unidos

0
475
Foto: Shutterstock

Siga o nosso TWITTER e veja a série Dicas Náuticas diariamente.

A Associação Nacional de Fabricantes Marítimos (NMMA) divulgou novos dados nesta quarta-feira (15), confirmando um aumento de 59% nas vendas de barcos nos EUA para o mês de maio em relação aos números de abril e crescimento em praticamente todas as categorias de produtos.

A organização observa que as vendas totais do mês foram “as mais altas em uma década” e lideradas por embarcações pessoais, barcos de pesca e barcos a jato – categorias que normalmente representam 41% de todas as vendas de barcos novos.

Em uma base ajustada sazonalmente, as vendas de embarcações pessoais aumentaram 41% em relação ao ano anterior, enquanto as vendas de barcos a jato cresceram 31% e as vendas de barcos de pesca aumentaram 9% em relação aos níveis de 2019, respectivamente.

LEIA TAMBÉM

>> Estaleiro gaúcho Delta Yachts apresenta novo projeto de veleiro. Veja as fotos
>> Paris realizará sessão inédita de cinema flutuante no maior lago artificial da cidade
>> Conheça o impressionante helicóptero de guerra transformado em carro-anfíbio

“Os novos dados mostram um começo muito positivo para o verão na indústria de barcos de recreio, com aumentos nas vendas de novos barcos em todos os principais segmentos. A última vez que vimos vendas tão fortes em um único mês foi em 2007”, disse o diretor de inteligência comercial da NMMA, Vicky Yu.

“Essa forte recuperação ressalta um interesse crescente em andar de barco como uma maneira de aproveitar o verão com os entes queridos enquanto fica perto de casa, especialmente porque acampamentos de verão, ligas esportivas e férias foram cancelados em meio à pandemia”, completa.

Yu observa que os dados preliminares de junho não mostram sinais de desaceleração, com fortes vendas de embarcações pessoais em particular. As remessas por atacado de motores externos para construtores de barcos também mostraram aumentos significativos de volume pelo segundo mês consecutivo.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Sea-Doo