Atletas frutos do projeto Grael disputam Brasileiro ABVO de Veleiros de Oceano em Búzios

0
1579
Foto: Sven Jurgensen

Começa nesta quinta-feira, dia 18, no Hotel Aretê, em Búzios (RJ), o Campeonato Brasileiro ABVO regras IRC e ORC. A competição terá regatas diárias previstas para início sempre às 12h até o sábado (20), com possibilidade do uso do domingo, dia 21, caso necessário. A competição terá a participação de oito atletas que surgiram do Projeto Grael, fundado em 1998 pelos medalhistas olímpicos Lars, Torben Grael/Marcelo Ferreira além do irmão Axel Grael. A organização não – governamental (ONG) tem como objetivo democratizar o acesso de jovens à prática do esporte da vela e, dessa forma, contribuir para a transformação social na vida dos seus beneficiados. O projeto fica na praia de Jurujuba, em Niterói (RJ) e a cada semestre recebe 350 alunos de 9 até 29 anos que são formados nos cursos e programas – gratuitos.

Ex-aluno do projeto Grael, Samuel Gonçalves fará parte do barco Fire & Forget, do Clube Naval de Charitas, comandado por Rafael Pariz, na disputa pelo título Brasileiro ABVO regras IRC e ORC. “É um barco da classe S40. Irei regular as velas e ajudar na tática do barco durante as regatas. Nesse tipo de barco velejei dois anos com o Torben Grael no S40 dele nos anos de 2009 e 2010. De lá até hoje velejei algumas vezes, mas o meu foco ficou na classe Star”, disse Samuel. “Sempre no início do semestre o projeto Grael ia nas escolas públicas de Niterói levando um barquinho como foi no caso da minha apresentando o esporte. Eu nem tinha noção que esse esporte existia. Eu e mais dois amigo gostamos, fomos autorizados pelos pais, fizemos nossa inscrição e foi paixão à primeira vista pelo barco, movimento das águas, vento empurrando o barco, contato com a natureza e daquele momento decidi que gostaria de seguir velejando pelo resto da vida, não sabia que iria viver disso”, conta Samuel que lembra das primeiras competições no esporte. Um dos auges da carreira foi uma das mais difíceis competições do mundo, a regata Cape Town-Rio onde velejou por 17 dias e conseguiu façanha que nem o medalhista de Ouro, Torben Grael, conquistou, a vitória na regata que o levou a voos mais altos em seguida.

LEIA TAMBÉM
>>Grupo Ferretti apresenta resultados financeiros de 2018
>>Ventura V300: proa aberta ou fechada? Qual você prefere?
>>Sessa Day Sunset agita Angra dos Reis no próximo fim de semana

Além de Samuel, outro nome que estará presente no Campeonato Brasileiro ABVO regras IRC e ORC é Hallan Batista que competirá no barco Maximus além de Marlon Nascimento e Pedro Pacheco. “Foi muito emocionante poder concluir com o título em uma prova (Cape Town – Rio) onde nenhum brasileiro tinha triunfado, melhor ainda após as sensações que tivemos, foram 17 dias no mar, passamos perrengue, ficamos um tempo sem água, o mais legal é o companheirismo dos tripulantes e o desafio que gerou diante das dificuldades e escassez que tivemos,” disse Hallan que hoje é profissional da vela, formado em Educação Física e além de ser Skipper do veleiro, possui botes no Clube Naval de Charitas que aluga para eventos. Ele espera um Brasileiro ABVO bem competitivo. Outros nomes oriundos do projeto Grael que irão competir na raia de Búzios são o Radson Sousa, Gilcimar Percílio de Almeida e Ronald. Radson e Ronald disputam pelo barco Zorro que é de São Paulo e Gilcimar Percílio de Almeida do barco Crioula, do Rio Grande do Sul. O projeto Grael foi fundamental na vida de Gilcimar que começou no projeto com 13 anos por lá e ficou até os 19.

Lars Grael, que competirá no Campeonato Brasileiro ABVO regras IRC e ORC, pelo barco Mahalo, comandado por Colin Gomm e Rircardo Silveira, destaca a importância do projeto e dos pupilos. Lars estará junto no Mahalo com Clínio de Freitas com o qual foi Bronze na Olimpíada de Seul em 1988. Além deste resultado, foi bronze em Atlanta 1996 com Kiko Pelicano. “O projeto Grael que desaguou em gerar o Instituto Rumo Naútico presidido atualmente pelo Comandante Monte da Marinha foi um sonho nosso por tentar deselitizar ou democratizar o acesso à vela até então rotulado como esporte de elite que como quase todos os esportes do Brasil a formação dos atletas se faz por clubes. A ideia era gerar oportunidade que numa cidade onde começou a vela no Brasil como Niterói (Iate Clube Brasileiro foi o primeiro clube de vela brasileiro, e concentram seis clubes de vela ativos), para que nós pudéssemos disponibilizar o esporte para jovens da rede de ensino público. Daí nasceu o projeto e depois ganhamos apoio do outro irmão Axel para educação ambiental, ensino técnico profissionalizante, temos base da Confederação Brasileira de Canoagem lá dentro. O projeto Grael foi a incubadora para vários outros projetos no Brasil como o Navegar, outras no Rio de Janeiro, Paraty. Nós acompanhamos, ajudamos na capacitação, virou uma célula reprodutora do conceito para o país”, disse Lars que recentemente anunciou sua aposentadoria de eventos internacionais.

O evento vem forte com pelo menos três barcos paulistas, o pentacampeão da classe IRC, o Rudá, de Santos (SP), Zorro e o Boto V, além de barcos do Espírito Santo, com o +Bravíssimo, do comandando Luciano Secchin, segundo lugar no geral da classe ORC em 2018, e Phanton of the Opera com Renato Avelar. O Rio Grande do Sul virá com pelo menos dois barcos, o Crioula 29, campeão da ORC ano passado do Brasileiro ABVO e Loyality 06, de Alexandre Leal. Até o momento são 23 barcos inscritos, sendo dois do Espírito Santo, dois do Rio Grande do Sul, três de São Paulo e o restante do Rio de Janeiro. O Campeonato Brasileiro ABVO regras IRC e ORC, ainda tem inscrições abertas nas classes ORC (Offshore Racing Council) e IRC (International Rating Certificate). Elas podem ser feitas através do site da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano, a ABVO, ou no local do evento. Serão até cinco regatas para definir os campeões brasileiros de cada classe.

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO: 

17/04 – Quarta 
12h – 20h Inscrição, Confirmação da Inscrição, Pesagens tripulantes Secretaria do Campeonato – Hotel Aretê
20h – 20h Cocktail de Boas vindas – Hotel Aretê

18/04 – Quinta 
12h – Regatas do dia
Após regatas, feijoada e confraternização – Hotel Aretê

19/04 Sexta 
12h Regatas do dia
Após regatas, happy hour com buffet de massas – ICAB

20/04 Sábado 
12h – Regatas do dia
19h – Cerimônia de Premiação – Hotel Aretê

21/04 Domingo 
12h – Dia reserva para validar o campeonato caso não sejam corridas duas regatas até o dia 20/04

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones