Atleta brasileira busca medalha em modalidade inédita no Pan de Lima

0
402
Foto: Marcelo Maragni

Detentora de títulos nacionais e mundiais, a atleta Nicole Pacelli sempre teve um sonho que parecia distante: ver a sua modalidade sendo exibida na televisão. Nove anos após o início de sua carreira profissional, seu grande desejo se realiza, e, neste ano, Stand Up Paddle (SUP) Wave é uma das modalidades que estreia nos Jogos Pan-Americanos, em Lima, no Peru. O evento reune quase 7 mil atletas de mais de 40 países, competindo em 38 modalidades.

A surfista do Guarujá, São Paulo, iniciou sua carreira em 2010 – período em que não existia campeonato mundial de SUP – e conquistou grandes feitos ao longo de sua trajetória no esporte. Nicole já acumula cinco títulos brasileiros na categoria e dois mundiais, conquistados no App World Tour e no ISA World Sup Championship, além de ter sido a primeira brasileira, entre homens e mulheres, a surfar de SUP as ondas gigantes de Jaws, no Havaí.

Esperança de medalha para o Brasil, a atleta focou seus esforços em uma preparação visando ao grande título. Como parte de seu treino, a paulista visitou anteriomente a “Terra dos Incas” na companhia de seu técnico e de outros atletas, e surfou pelas ondas de Punta Rocas, local que será o palco da disputa.

LEIA TAMBÉM
>>Escola náutica promoverá curso de Meteorologia e Oceanografia no próximo mês
>>Comunicador satelital Spot X está com desconto inédito de dia dos pais
>>Ilhabela encerra Race Village no mês náutico

A brasileira disputa o título com mais oito atletas, e a competição acontecerá no formato de baterias com duas surfistas, com repescagem para quem não passar. Ao contrário da maioria dos campeonatos de surf, este torneio não elegerá duas campeãs ocupando o terceiro lugar do pódio. Ou seja, as duas atletas que perderem as semifinais farão uma nova bateria para definição do terceiro e quarto lugar, sendo que o último não fatura medalha.

Apesar do trajeto para essa inédita medalha contar com grandes adversárias, como a campeã mundial Izzi Gomez e a peruana Vania Torres, conhecedora do local, Nicole, que atualmente mora em Maresias, litoral de São Paulo, está com grandes expectativas para a prova. “Eu me sinto extremamente confiante para conseguir uma medalha para o Brasil, treinei bastante e estou preparada para o Pan”, diz a atleta.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

 

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.