Angra dos Reis anuncia ampliação de aeroporto e vive a expectativa da criação de complexo náutico

0
1789
O senador Flávio Bolsonaro, o prefeito de Angra, Fernando Jordão, Marcos Gravatá, da concessionária Angra Aero-Porto, o ministro Tarcísio Gomes de Freitas, e Ernani Paciornik, do Grupo Náutica

Nesta sexta-feira, 24 de julho, o prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, recebeu uma comitiva que trabalha pelo desenvolvimento do turismo da região — formada pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; pelo senador Flávio Bolsonaro; pelo presidente do Grupo Náutica, Ernani Paciornik, grande incentivador do mercado náutico e de infraestruturas náuticas no Brasil; e por Marco Aurélio Gravatá, da concessionária Angra Aero-Porto, administradora do aeroporto da cidade — para anunciar a concretização de um grande empreendimento: a ampliação de aeroporto de Angra dos Reis.

Marcos Gravatá, Flávio Bolsonaro, Fernando Jordão, Tarcísio Gomes de Freitas, Wilder Morais e Ernani Paciornik

No encontro, que também contou com a presença de Fábio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência da República, e do ex-senador Wilder Morais, o ministro da Infraestrutura afirmou que já estão garantidos R$ 29 milhões, pelo Fundo Nacional de Aviação Civil, para a ampliação do aeroporto. “Vamos sair de uma limitação que só nos permite operar aviões executivos e começar a operar com o ATR 42, bimotor com capacidade para transportar 50 passageiros”, destacou Tarcísio de Freitas.

As obras, que serão licitadas já no mês de agosto, cobrem a ampliação da pista do aeroporto de 1.015 metros para 1.180 metros e a criação de um novo pátio para o estacionamento de aeronaves.

Tarcísio de Freitas ressaltou que a obra é uma promessa do presidente Jair Bolsonaro. “Nós temos um presidente da República que gosta de cumprir promessas e compromissos de campanha”, disse.

Ao lado do senador Flávio Bolsonaro, o prefeito de Angra dos Reis acrescentou que o projeto prevê ainda a construção de um centro de formação de mão de obra.

“Uma coisa importante é pegar toda a população da Japuíba (bairro onde está localizado o aeroporto) para formar e trabalhar no aeroporto. Se a gente quiser falar de turismo, a gente tem que cuidar primeiro da nossa gente”, defendeu Fernando Jordão. “São várias mãos trabalhando para que o projeto de expansão do turismo de Angra saia do papel”, finalizou o senador Flávio Bolsonaro.

Projeto da nova pista do aeroporto de Angra dos Reis, capital náutica do Brasil

O turismo de Angra também vive a expectativa de outro grande investimento: a construção de um complexo turístico náutico onde existe hoje a Marina do São Bento.

No local — que passará a se chamar Marina Porto São Bento — está prevista a construção de um terminal internacional para a parada de navios transatlânticos, além de uma marina com vagas secas e molhadas, de um hotel e de um centro de convenções.

Para que isso aconteça, será necessário ampliar o canal de acesso, permitindo a entrada de transatlânticos, além da construção de um píer de atracação de navios e de um terminal de passageiros com a oferta de serviços ao turista. Só de empregos diretos, seriam criadas quatro mil vagas.

O objetivo, segundo o prefeito Fernando Jordão, é requalificar o centro de Angra, tanto para seus habitantes quanto para o turismo, tornando a cidade em si um atrativo e não apenas um ponto de chegada e partida para o mar. “O que estamos fazendo aqui é dando luz ao que o presidente Bolsonaro prega: transformar essa região em um campo de progresso e desenvolvimento”, disse Fernando Jordão.

PUB Intermarine 13/07/2020