Alcatrazes

0
2343

A Regata Alcatrazes por Boreste – Marinha do Brasil abre as disputas da 41ª Ilhabela Sailing Week, no domingo (20/7), e apesar de ser o desafio mais longo da semana é uma das provas mais aguardadas pelos participantes da principal competição de vela oceânica da América Latina. Em suas 60 milhas náuticas (111 Km) de percurso os velejadores terão a oportunidade de passar pelo entorno da Estação Ecológica (ESEC) Tupinambás, uma área marinha protegida e de navegação restrita.

A ESEC Tupinambás abriga expressiva biodiversidade e é uma das áreas marinhas mais preservadas do país. Cientes da relevância desta área os velejadores, além da disputa esportiva, irão se preocupar em prática condutas ambientalmente corretas para evitar impactos ao ambiente, considerado de extrema importância e altamente sensível.

Quase três décadas de conservação

A ESEC Tupinambás, localizada no Arquipélago de Alcatrazes, é uma unidade de conservação sob a gestão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão responsável pela gestão das Unidades de Conservação Federais do Brasil, e no dia da prova irá completar 27 anos de contribuições para a conservação da biodiversidade do litoral Norte paulista.

 

Foto e informações: Ilhabela Sailing Week

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.