A primeira de muitas

0
3349

Não houve quem não elogiasse a Feira Náutica de Ilhabela e o lugar onde ela aconteceu: a nova e bonita escola municipal de vela da ilha Lars Grael, que, para o evento, ganhou o complemento de um grande píer flutuante, no qual ficaram atracados os barcos maiores e os que poderiam ser testados na água, no charmoso Saco da Capela, o maior reduto de barcos da ilha.

O tempo bom, o ambiente agradável e a entrada gratuita (mas com direito a crachá personalizado) levaram cerca de 4 mil pessoas a visitar a feira de Ilhabela, que durou quatro dias. Nem todos, obviamente, estavam ali dispostos a comprar um barco. Mas o ambiente agradável e a oportunidade de conhecer de perto — e por dentro — algumas grandes lanchas do mercado brasileiro já valeram o passeio.

A linda paisagem do canal que separa Ilhabela do continente e o ambiente descontraído, que incluía uma prainha entre as partes “secas” e “molhadas” da feira, com direito até a um bar com mesas e guarda-sóis na areia, agradou em cheio, tanto aos visitantes quanto aos expositores.

Tudo sobre esta feira que inaugurou um novo padrão de evento náutico regional está nas páginas da Náutica do mês de agosto, disponível nas bancas de todo o país e, também, na loja online. Não perca!

Foto: Marco Yamin

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingwww.nautica.com.br

Teste FS 290