35ª America’s Cup começa nesta sexta-feira nas Bermudas

0
1757

Quatro dos seis times da America’s Cup voltaram a competir na regata de aquecimento no último dia 15, o primeiro dia da última semana de regatas treino antes da 35ª America’s Cup nas Bermudas. A competição começa nesta sexta-feira, dia 26 de maio. E os resultados foram promissores para a Oracle Team USA.

Em condições quase perfeitas nas Bermudas, Jimmy Spithill e o Oracle Team USA mostraram suas intenções desde o início com um melhor desempenho sobre o Land Rover BAR de Sir Ben Ainslie na primeira regata.

Apesar de o barco britânico ter começado melhor, a Oracle Team USA rapidamente encontrou seu ritmo e estava claramente à frente já na segunda marca de barlavento, antes de ampliar sua vantagem para cruzar a linha de chegada com mais de um minuto de vantagem.

Tom Slingsby, estrategista da Oracle Team USA e gerente da equipe de vela, comentou depois de um dia de 8 horas na água: “Foi um longo dia lá fora para nós, mas queríamos aproveitar ao máximo. Fizemos algumas regatas, conseguimos um par de vitórias e depois fizemos alguns ajustes e tentamos alguns testes diferentes. Temos muitas respostas que precisávamos”.

A equipe Land Rover BAR voltou para a água imediatamente para a segunda regata, mas sua sorte não melhorou e eles sofreram uma segunda derrota, desta vez pelas mãos da SoftBank Team Japan.

Fotos: ACEA 2017/Austin Wong/ Harry kh/Land Rover BAR/ Eloi Stichelbaut / Groupama Team France

Mais uma vez, o barco britânico fez um forte começo, mas sua falta de velocidade em linha reta provocou sua derrota para Softbank Team Japan, capitaneado por Dean Barker. Os dois vencedores das duas primeiras regatas se enfrentaram então na terceira.

Oracle Team USA e SoftBank Team Japan estavam páreos até que os americanos pularam à frente depois da marca de barlavento. Foi uma vantagem que eles não perderam, mesmo pressionados nos momentos finais. Mas ficaram à frente de seus rivais japoneses, permanecendo invictos no dia. No entanto, depois da derrota, o SoftBank Team Japan voltou à regata para selar uma segunda vitória contra a equipe Team France, que esteve fora da competição durante toda a tarde, mas se juntou à ação no final do dia.

O dia se revelou difícil para a equipe francesa, capitaneada por Franck Cammas. Tendo largado atrás do SoftBank Team Japan, as chances de Groupama Team de vencer a regata sofreu um grande golpe quando sofreram um grande mergulho de nariz antes da primeira marca. No entanto, eles conseguiram reiniciar sua busca ao SoftBank Team Japan, mas o dano já tinha sido feito com o incidente, acabando com qualquer chance de vitória.

Enquanto isso, os preparativos da Emirates Team New Zealand começaram da pior maneira possível, com um leme quebrado antes que as regatas começassem. A equipe confirmou, através de sua página no Twitter, que eles substituíram com sucesso o leme quebrado e voltaram para continuar seu próprio programa de prática.

A Artemis Racing não participou nas regatas preparatórias, para realizar diversos pequenos ajustes.