1ª etapa da Copa Suzuki chega ao fim em Ilhabela

0
649
Foto: Aline Bassi

Foram quatro belos dias de regata. Sol, vento constante, mais de 30 veleiros na raia e várias atrações em terra. Teve show ao vivo, sorteio de jantares, quick massage, as canoas de cerveja e, na raia, disputas acirradas, principalmente nas classes C30 e HPE25, em que os líderes se alternaram regata a regata e os campeões conquistaram a vitória por poucos pontos de diferença.

Na HPE25, por exemplo, o Ginga, de Breno Chvaicer, ganhou a etapa por apenas um ponto em relação ao Conquest/Ecom de Marco Hidalgo, que, inclusive, quebrou o gurupés na largada da primeira regata de hoje. e diminuiu as chances de vencer a etapa, embora, mesmo avariado, tenha conseguido chegar em segundo na outra regata do dia. Em terceiro, na classe HPE25, com 24 pontos, ficou o Mussulo/Angola Cables.

A disputa foi acirrada também na C30, classe em que o Caballo Loco venceu, com 13 pontos acumulados nas oito regatas da etapa. A mesma pontuação teve o Kaikias/Maserati, de Eduardo Mangabeira, que terminou em segundo lugar. O Caiçara, de Marcos de Oliveira Cesar, com 15 pontos, foi o terceiro colocado.

LEIA TAMBÉM
>> Semana de Vela de Ilhabela refaz percurso original de regata de abertura
>> Heesen lança superiate de 50 m na Holanda
>>Motores de popa a gás propano da Lehr serão uma das atrações do Rio

Quem se destacou na IRC foi o ASBAR II Total Balance, de Sérgio Klepacz, que acumulou 11 pontos na etapa (já com o descarte). Os veleiros que vieram em segundo e terceiro, Rudá, de Mario Martinez, com 13 pontos e o Inaê 40, de Bayard Umbuzeiro Filho, com 19, também já considerado o descarte da pior colocação.

O Zeus, de Paulo F. M. Moura, acumulando 8 pontos em seis regatas disputadas, ficou em primeiro na RGS. seguido, respectivamente do Sextante, de Thomas Shaw e do Triton, de Christian Stauch, em segundo e terceiro, com 9 e 13 pontos.

Nos Clássicos, o Kamaiurá, de Francisco Miranda, foi o campeão, com 5 pontos acumulados nas quatro regatas disputadas.  O Vendetta, de Marco D’Ipollito, com 8 pontos, terminou a etapa em segundo, com o Atrevida, de Alexandre Ferrari, em terceiro.

A Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela de Oceano prossegue em junho, nos dias 1,2, 8 e 9.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones