Tecnologia e representatividade feminina marcam os 10 anos do Rally Náutico da Bahia

0
1282

Se a história do Rally Náutico da Bahia fosse um filme, começaria a ser contado pela união de sonhadores que desejaram ver a Bahia na rota dos eventos náuticos nacionais e também promover os 1 233 km² de beleza da Baía de Todos os Santos, considerada a mais bela baía do Brasil. Da parceria entre o Yacht Clube da Bahia e a Bahia Marina, a competição caracterizada por precisão náutica, chegou a sua 10ª edição fazendo história com recorde de 74 embarcações inscritas, entre lanchas e moto aquáticas, com público de mais de 500 pessoas, reunindo tripulantes e expectadores em um dia inteiro de competição e celebração no mar e em terra.

Com intervalos de largada de um minuto, iniciando com os jets e, na sequência, as lanchas, as embarcações seguiram um roteiro partindo da Bahia Marina às 10h, passando por cenários como o Elevador Lacerda, Mercado Modelo e Monte Serrat, até chegar no ponto neutro, na charmosa e tranquila Ilha Bimbarras, paraíso exclusivo, apenas 40 minutos de lancha de Salvador. Com quatro horas de prova, os competidores seguiram para o Yacht Clube, local de premiação e festa de encerramento.

Campeão nas categorias Geral e Bahia, Tony Granjo subiu ao pódio em quase todas as edições do Rally Náutico da Bahia. “Eu corria rallys de carro e quando o Yacht e a Marina trouxeram a ideia do rally no mar, eu vi que existia uma similaridade, com médias praticamente perfeitas. Os desafios no mar são maiores, temos ventos, correntes, mas hoje a tecnologia está a nosso favor”. Tony relembra que precisava carregar um aparato para se orientar no barco. “No passado, eu precisava de um computador, inversor, extensão e ainda tinha que encontrar uma forma de fixar a tela e proteger tudo isso do sol. Hoje basta um tablet para seguir as orientações do aplicativo”.

O Comodoro do Yacht Clube da Bahia e idealizador do Rally, Marcelo Sacramento, recordou como tudo começou. “Olhar para trás e reviver esses dez anos de Rally é realmente como um filme que passa na minha cabeça. O dia em que um associado do clube me falou sobre os rallys náuticos que aconteciam no sul do país, o convite de parceria com a Bahia Marina, as informações técnicas que fomos aprender. Estar aqui hoje, participando de um rally tão profissional e ao mesmo tempo tão festivo, é a realização de um sonho!”.

O diretor da Bahia Marina, Reynaldo Loureiro, comemora os dez anos do Rally Náutico. “É uma grande conquista ver a evolução técnica do rally naútico, assim como reconhecer sua contribuição em prol da divulgação dos destinos e potencial turístico da Baía de Todos os Santos. Parabéns a todas as equipes pelo desempenho e espírito de confraternização.”

Mulheres no mar

Até então com público, predominantemente, masculino, a competição náutica contou nesta edição com uma equipe de lancha composta apenas por mulheres e uma competidora representando a força feminina na categoria Jet.

A equipe “As Meninas”, composta por Leilane Loureiro, Lícia Loureiro, Tata Mott, Beatriz Loureiro e Carmen Mak fez bonito na estreia do Rally Náutico da Bahia. Estudaram a prova, calcularam na ponta do lápis as tabelas com todas as coordenadas náuticas e merecidamente conquistaram o terceiro lugar na categoria Aventura, com uma lancha de 30 pés. “Nossa intenção foi nos divertir e navegar com segurança, seguindo as regras horárias de velocidade determinadas. Esta premiação foi consequência da determinação e trabalho em equipe. Foi um dia muito bonito, celebrado com amigos e família. Ficamos muito felizes com o resultado”, disse Leilane Loureiro, capitã da equipe.

Já Gleise dos Santos, a única competidora feminina na categoria de moto aquática, dentre 349 homens da Marina da qual ela faz parte, comemorou a experiência. “Um aprendizado e ao mesmo tempo, uma aventura que não vou esquecer”, relata.

App

De competidor do Rally a desenvolvedor Android, Danilo Reggo transformou suas dificuldades na prova em um aplicativo que pudesse ajudar a todos os ralizeiros. Lançado este ano, o Kraken Rallly teve adesão de 31 usuários. “Desses, os três primeiros colocados nas categorias Bahia, Geral e Jet”, complementa Danilo.
O sucesso foi tamanho, que a proposta agora é levar o aplicativo para outras provas náuticas, de acordo com o criador da ferramenta. “Com design que possibilita a interação com o usuário de forma fácil, o App tem um processamento leve e chegou para unificar jets e lanchas no uso para navegação”, explica.

Para Danilo Reggo, o bom uso do aplicativo aumenta a segurança da prova, fazendo com que o competidor siga as médias de velocidade verificadas para cada trecho, no tempo e na rota certa, determinada pela organização da prova, além de ter uma experiência mais precisa da participação na competição.
O Kraken Rally está disponível gratuitamente para Android, na loja online Google Play. O usuário só paga pela planilha do evento que vai participar.

Turismo Náutico

Apaixonados pelo mar, o campeão paraense Marcos Rupollo e sua companheira Ana Maria Heyse retornam pela terceira vez à Bahia para competir no Rally Náutico. “Três coisas me fazem voltar a essa terra. Primeiro é a minha paixão pelo mar, depois vem a hospitalidade do povo baiano que sabe fazer festa e também é especialista nesse tipo de evento, se igualando às provas do Sul, com técnica e organização”, relata Rupollo.

O Rally Náutico passou a integrar na sua rota, a região de São Francisco do Conde, por seu potencial náutico e as ilhas próximas com redutos quase que inexplorados. Um exemplo é a Ilha Bimbarras, destino exclusivo, escolhido pela organização do Rally para o Ponto Neutro, momento de pausa e relaxamento das equipes. Águas calmas e cristalinas, música e acarajé fizeram o conjunto perfeito para os competidores renovarem as energias com um banho de mar e voltarem à prova com destino final ao Yacht Clube. A esperada festa de premiação teve abertura animada pelo samba feminino da Banda Maria Te Viu e encerramento em clima de carnaval, com os sucessos do consagrado cantor Tatau, ex Banda Araketu.

Assinado pelo Yacht Clube e Bahia Marina, o Rally Náutico da Bahia integra a programação do IV Festival Náutico, fomentado pela Prefeitura Municipal de Salvador, através da Empresa Salvador Turismo (Saltur). O evento tem apoio da Tribuna da Bahia, Happy Tour e Revista Náutica.

Fotos: André Sá e Juliana Castro

Vencedores

Categoria Geral:
1º Tony Granjo e Danilo
2º Daniel Júnior e Diogo Lima
3º Luiz Fernando e Darlan Ribeiro

Categoria Bahia:
1º Tony Granjo e Danilo
2º Daniel Júnior e Diogo Lima
3º Luiz Fernando e Darlan Ribeiro

Categoria Aventura
1º Osvaldo Cruz Neto e Osvaldo Cruz Júnior
2º Bruno Goelzer e Alexandre Chaves
3º Leilane Loureiro e Lícia Loureiro

Categoria Jets:
1º Eduardo Ghirotthi
2º Adriano Augusto Borges e Manuela Sampaio
3º Bruno Jacob e Leonardo Jacob

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones