Vela brasileira fecha participação no Troféu Princesa Sofia com quatro top 10

0
741
Foto: Jesús Renedo

A vela do Brasil encerrou neste sábado, dia 1º, sua participação no tradicional Troféu Princesa Sofia, na Espanha, sentindo os ares da renovação em relação aos Jogos Rio 2016. O país conseguiu lugar na medal race em três classes, com um total de quatro colocações no top 10. E a torcida brasileira agora vai se familiarizando com nomes diferentes em comparação com a competição olímpica do ano passado.

Na 470 masculino, Geison Mendes e Gustavo Thiesen chegaram em sétimo na regata da medalha e, com um total de 78 pontos perdidos, fecharam a participação no campeonato com o oitavo lugar no geral. Nas outras duas classes em que o Brasil havia se classificado para a Medal Race, as provas finais foram canceladas devido à falta de boas condições de vento. Assim, o resultado final foi o mesmo da fase classificatória: João Bulhões e Gabriela Nicolino na nona colocação na Nacra 17, com 134 pontos perdidos; e na 49er, Carlos Robles e Marco Grael em 10º, com 150 pontos perdidos.

Ao todo, 17 velejadores representaram o Brasil no Troféu Princesa Sofia. De todos os atletas brasileiros classificados para a Medal Race deste sábado, apenas Marco Grael participou dos Jogos Rio 2016, na ocasião, ao lado de Gabriel Borges, hoje parceiro de Robert Scheidt na 49er.

“Fizemos uma boa prova, sobretudo no início. Tínhamos chance de fechar o campeonato até com a quinta colocação, mas ficamos felizes com o resultado e seguimos trabalhando, agora com foco na etapa da Copa do Mundo de Hyères”, afirmou Geison Mendes, que ao longo da semana velejou de forma consistente com Gustavo Thiesen, mantendo-se sempre entre os primeiros colocados numa raia que tinha 56 competidores.

Vale destacar que, na Finn, Jorge Zarif também ficou no Top 10, em oitavo na classificação final do Troféu Princesa Sofia. Porém, como a classe testou na Espanha um novo formato de disputa, contando com uma regata semifinal de oito competidores e outra regata final de apenas cinco atletas, o brasileiro acabou não se classificando para a regata da medalha.

A tradicional competição espanhola reuniu este ano mais de 800 velejadores nas águas da Baía de Palma.

Outros resultados do Brasil:

49er

Robert Scheidt e Gabriel Borges, 11º lugar, com 159 pontos perdidos

Laser:

João Pedro Oliveira, 32º, com 193 pontos perdidos

Laser Radial:

Gabriella Kidd, 49º, 268 p.p.

RS:X Masculina:

Albert Carvalho, 64º, 208 p.p.

Brenno Francioli, 72º, 245 p.p.

470 Masculino

Ricardo Paranhos/Thiago Ribas, 50º, 228 p.p.

Pedro Correa/Rodolfo Streibel, 52º 244 p.p.