Primeira etapa do Circuito Ilhabela de Vela será concluída neste fim de semana

0
566

O fim de semana (dias 11 e 12) de abertura do XVII Circuito Ilhabela pode ser considerado perfeito para a vela oceânica. O sol e o vento ofereceram às tripulações os ingredientes indispensáveis para que a emoção fosse completa nas raias da Capital Nacional da Vela. A C30 mostrou mais uma vez porque é uma das classes mais competitivas de oceano, com duelos repletos de adrenalina nas cinco regatas disputadas nos dois primeiros dias da chamada Copa Suzuki. As classes C30, HPE 25, RGS e IRC reuniram 27 embarcações.

Caballo Loco e Caiçara monopolizaram a briga pela primeira colocação em cada prova, em disputa acirrada no melhor estilo match race (disputa entre apenas dois barcos). O mesmo aconteceu entre +Ralizado eCycle e Barracuda na luta pelo terceiro lugar. Após três vitórias, o Caballo Loco lidera a C30 com cinco pontos perdidos, apenas um de vantagem sobre o atual bicampeão Caiçara, que venceu duas regatas. O +Realizado está em terceiro lugar, seguido por Barracuda. A etapa de abertura da temporada será concluída no próximo fim de semana (18 e 19/3), com sede no Yacht Club de Ilhabela (YCI).

A tripulação do Caballo Loco soube aproveitar em Ilhabela a competência demonstrada na conquista do vice-campeonato no Circuito Ilha de Santa Catarina, há um mês em Florianópolis, onde se adaptou ao novo jogo de velas. “Largamos bem na maioria das regatas, o que é fundamental em uma classe tão equilibrada. Na última regata de domingo, o duelo com o Caiçara foi sensacional depois que o vento leste diminui de 12 para 8 nós. Ficamos lado a lado e cruzamos a linha apenas alguns segundos à frente deles”, relatou o comandante do Caballo Loco, Mauro Dottori.

Na véspera, o vento sul com rajadas de 15 nós (27km/h) permitiu que a Comissão de Regatas (CR), dirigida por Cuca Sodré, montasse os percursos no Canal de São Sebastião. “Na prova que fechou o sábado, conseguimos nos aproximar do baixio, mais para o lado do continente, antes dos adversários. Depois da segunda boia, com muitas rondadas de vento, o Caiçara encostou e tivemos uma chegada mais uma vez muito apertada”, relatou Dottori.

Além das velas novas de Caballo Loco, Caiçara e +Realizado eCycle, uma novidade adotada pela CR tornou as regatas da classe C30 ainda mais disputadas. “O gate introduzido no meio da raia nas pernas de popa trouxeram mais competitividade, amenizando eventuais vícios da raia que podem interferir na regata. Foi mais um fim de semana de pura emoção”, resumiu Dottori, comandante e timoneiro do líder Caballo Loco. A etapa de abertura da temporada 2017 será concluída no próximo fim de semana (18 e 19/3), com sede no Yacht Club de Ilhabela (YCI).