Investigação

0
878

A Volvo Ocean Race informou, nesta terça-feira (16), que está apurando mais incisivamente o acidente com o barco Team Vestas Wind. A embarcação da Dinamarca encalhou em uma ilhota no Oceano Índico durante a segunda etapa da Volta ao Mundo. O incidente ocorreu no dia 29 de novembro em Cargados Carajos Shoals (Saint Brandon), 240 milhas a nordeste das Ilhas Maurício. A tripulação deixou o barco sem nenhum arranhão, mas foi obrigada a abandonar a regata.

A organização da Volvo Ocean Race contratou peritos e especialistas em navegação para apurar as causas do problema com o Team Vestas Wind. O relatório será assinado pelo almirante Chris Oxenbould e entregue até 31 de janeiro de 2015.

Os representantes da Volvo Ocean Race planejam tornar público o documento para toda a http://onlinegamblinglobby.com comunidade e fãs da Volta ao Mundo. Isso deve acontecer na parada de Auckland, entre 27 de fevereiro e 15 de março de 2015.

O Team Vestas Wind, comandado por Chris Nicholson, e os patrocinadores trabalham em conjunto com os investigadores. O relatório será importante para a Volvo Ocean Race tomar decisões futuras para garantir segurança dos times.

Foto: Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

 

COMPARTILHAR
AnteriorDe novo!
Próximo630 MY
Jornalista, há mais de cinco anos dedica-se à cobertura do mercado náutico nacional e internacional tanto para a Revista NÁUTICA quanto para este portal.