Comitiva do Paraná visita Angra dos Reis para conhecer os avanços do turismo náutico

0
635
Foto: Fotolia

Uma comitiva com representantes do segmento de turismo náutico do Paraná visita Angra dos Reis entre os dias 6 e 9 de junho para conhecer os avanços que os empresários e o poder público local conquistaram com o apoio do Sebrae/RJ no ordenamento do setor.  A visita técnica é organizada pelo Sebrae/PR e visa conhecer as boas práticas instituídas no município, como resultado do projeto Desenvolvimento do Turismo Náutico da Costa Verde, desenvolvido pelo Sebrae/RJ em parceria com a Prefeitura de Angra dos Reis desde 2014.

O grupo de trabalho de regulamentação náutica do estado do Paraná quer conhecer de perto os produtos e roteiros turísticos da região que é o maior polo de turismo náutico do Brasil, os terminais de embarque e desembarque utilizados pelas embarcações, bem como o Plano Municipal de Turismo e a legislação criada para ordenar o segmento. Integram a comitiva representantes das secretarias estaduais de Infraestrutura e Logística, do Esporte e Turismo, do Meio Ambiente, do Instituto Ambiental e do Instituto Águas Paraná.

A programação inclui visitas em pontos turísticos na Ilha Grande e às principais estações de embarque e desembarque de passageiros da cidade, além de reuniões com representantes da Fundação de Turismo de Angra dos Reis (TurisAngra), Instituto Estadual do Ambiente (INEA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade  (ICMBIO), Associação de Turismo de Angra dos Reis (ATAR), Associação de Barqueiros de Angra dos Reis (ABAR), Angra Convention e Visitors Bureau, e associações comunitárias e de pescadores.

Analistas da coordenação de turismo do Sebrae/RJ e do escritório regional do Sebrae na Costa Verde acompanharão a comitiva paranaense durante a visita técnica. O projeto Desenvolvimento do Turismo Náutico da Costa Verde apoia os empreendedores e as micro e pequenas empresas, especialmente agências de receptivo e embarcações, na implementação de boas práticas com sustentabilidade.  O foco é a qualidade na prestação dos serviços e a promoção diferenciada dos roteiros turísticos aliada à preservação dos atrativos naturais da região.