China volta para Volvo Ocean Race com barco Dongfeng

0
670

A equipe chinesa Dongfeng anunciou, nesta segunda-feira (7), seu retorno à Volvo Ocean Race na edição 2017-18. Repetindo a temporada passada, o barco será comandado pelo francês Charles Caudrelier. Os chineses confirmaram ainda a volta do diretor Bruno Dubois para tentar melhorar ainda mais o último resultado. Em 2014-15, os asiáticos terminaram na terceira colocação.

A equipe será 100% apoiada pela Dongfeng Motor Corporation, fabricante chinesa de motores com sede na cidade de Wuhan, província de Hubei.

Yang Qing, vice-presidente da empresa, disse que o grupo está orgulhoso de estar de volta à Volvo Ocean Race. “A regata é a mais importante de oceano do mundo e atraiu a atenção de todos na China. Com mais mídia cobrindo o evento, o público acaba sabendo mais do Dongfeng Race Team. Isso ocorreu em 2014-15. Não há nenhuma dúvida de que a equipe e seus velejadores fizeram história”.

“O Dongfeng Race Team não apenas ajudou a empresa a ampliar seus negócios como uma marca de motores, mas também promoveu a cultura chinesa com a Volvo Ocean Race. Estabelecemos um canal de comunicação eficaz entre a China e o mundo”, completou Yabg Qing.

O time da China é segundo confirmado na regata, que começará em 22 de outubro do próximo ano e terá 45 mil milhas náuticas de percurso pelos mares do mundo. O Team AkzoNobel, capitaneado pelo holandês Simeon Tienpont, foi a primeira equipe a anunciar.